AsiaMacau

Macau

Macau Travel Blog

 › entry 5 of 12 › view all entries

Acordamos e vamos tomar o nosso pequeno almoço no Délifrance novamente. Seguimos numa viagem de 1 hora de Turbojet para Macau. Chegamos ainda de manhã e apanhamos o bus do Hotel Sintra. Fazemos o check-in e seguimos para a Praça do Leal Senado, Rua S. Domingos e Runias de Sao Paulo. Nesta zona apreciamos o Comercio Tradicional de Macau. O Abrantes oferece-nos almoço no Restaurante do Casino Lisboa, onde experimentamos pela primeira vez comida cantonesa. Todos comem com pauzinhos excepto eu que decido pedir um garfo e faca à empregada.

Depois do almoço seguimos para o templo de A-Ma-Gau ou Baía de A-Ma, deusa protectora dos pescadores e que dá o nome a Macau. De seguida subimos à Torre de Macau com os seus 338 metros de altura.

Subimos até ao piso panorãmico (a 223 metros de altura) onde tiramos mais umas belas fotos de Macau e onde testamos os limites do receio das alturas ao caminhar pelo chão envidraçado deste piso!

Seguidamente deslocamo-nos para o jardim Lou Lim Ieoc, característico pela sua ponte em curvas e contracurvas sobre um belo lago de nenúfares (reza a lenda que a ponte é assim para podermos fugir aos dragões que não se conseguem deslocar entre tantas curvas). No regresso, enfiamo-nos em todas as lojas de electrónica que encontramos na tentativa de comprar máquinas fotográficas, i-pods, cartões de memória e tudo o mais que o dinheiro possa comprar neste paraíso livre de impostos!

Vamos jantar ao restaurante Nga Tim em Coloane e seguimos para a zona dos Casinos e bares onde entramos no Sands, o único Casino que não pertence ao Stanley Ho.

Na entrada para o Sands somos revistados por seguranças. Fico surpreendido quando ao descobrirem uma garrafa de água na minha mochila pedem para eu a beber. Percebo que devem querer comprovar se é ácido, veneno ou qualquer coisa semelhante. Na brincadeira bebo um pouco simulando que estou quase a cair para o lado. Um dos seguranças fica muito sério a olhar para mim enquanto que o outro começa a rir. Não faria isto em Singapura de certeza! Eu e o Miguel trocamos uns HKD para jogar. As coisas não correm muito bem com a introdução de dinheiro nas máquinas e decidimos sair antes que a Susana ponha fogo ao casino :)

Join TravBuddy to leave comments, meet new friends and share travel tips!